social

Français
Pt-br
English Español Россия Deutsch Italiano 日本語 中国语文
bing twitter yahoo
Siga-nos =>

7 de dezembro de 2016

Para conhecer arte contemporânea: 5 artistas estão em cartaz no Masc

Para conhecer arte contemporânea: 5 artistas estão em cartaz no Masc Sonia Beltrame/Divulgação
Obra de Sonia Beltrame usa tecido de linho branco com bordados em linha preta
Foto: Sonia Beltrame / Divulgação
No Museu de Arte de Santa Caratina (Masc), abre nesta quarta exposição com obas de cinco artistas que vêm construindo uma trajetória importante na cena contemporânea e que foram selecionados através do Ciclo de Exposições do museu: Flávia Duzzo, com Desenhos; Karina Zen, com The Final Cut; Sonia Beltrame, com Linha 3; Neide Pelaez de Campos, com Tempo; e Roberta Tassinari, com Híbrido.


Já a sala Harry Laus inaugura a mostra Guerra do Contestado - Arte e História, de Hassis. As exposições são gratuitas e seguem abertas até 5 de fevereiro.
Conheça as artistas e seus trabalhos
||Desenhos, por Flavia Duzzo

Foto: Flavia Duzzo / Divulgação
Flavia Duzzo apresenta 19 desenhos produzidos entre 2013 e 2016. Os primeiros, feitos com lápis grafite de diferentes espessuras, configuram-se pela inscrição de pequenos signos de maneira justaposta sobre papel, criando uma massa pictórica com diferentes tons de cinza. Na série mais recente, Desenhos Vulneráveis, alguns trabalhos são feitos com caneta esferográfica preta e outros com bastão de grafite.
Nascida em Porto Alegre, Flavia Duzzo é artista, professora e pesquisadora. Vive e produz em Florianópolis, onde atua no circuito de arte contemporânea na área de desenho.
|| The Final Cut, por Karina Zen

Foto: Karina Zen / Divulgação
A apropriação de objetos do cotidiano produzidos em massa, tais como vassouras, ventiladores, roupas, pneus de caminhão estourados, anzóis e facas, é o ponto de partida de Karina Zen para abordar o comportamento humano dentro do sistema de consumo capitalista. A exposição conta com oito obras entre fotografias, instalações e um audiovisual. A curadoria da mostra é de Josué Mattos.
Karina nasceu em São Paulo. É fotógrafa, com especialização em Cor na Escola Riccardo Bauer em Milão (Itália). Em 2008, iniciou sua inserção no circuito de arte contemporânea.
|| Linha 3, por Sonia Beltrame
Tecidos de linho branco com bordados em linha preta dão o tom monocromático da exposição com cerca de 13 trabalhos que Sonia Beltrame leva ao Masc. Os tecidos se mantêm amassados como forma de contar a história do material até chegar ao local da exposição. O desenho de sobrepõe à pesquisa que faz um resgate do bordado, uma memória de infância da artista.

Nascida em Lages, Sonia Beltrame vive e trabalha em Florianópolis. Desenvolve sua pesquisa e estudos em arte contemporânea dedicando-se à produção de obras nas áreas do Desenho, Bordado e da Escultura.
|| Tempo, por Neide Pelaez de Campos

Foto: Neide Pelaez / Divulgação
A artista usa a aquarela de uma forma diferenciada: suas pinceladas são finas, algo incomum à técnica, com predominância do fundo branco. Em Tempo, Neide Pelaez de Campos apresenta 14 aquarelas sobre tela tomando como referência os elementos da natureza, tudo em cores e traços delicados.

Neide Pelaez de Campos nasceu em Videira, mas vive e trabalha em Florianópolis. Iniciou sua formação artística na Escola de Belas Artes do Paraná. Desenvolve seu trabalho em artes visuais especialmente em nas áreas da Fotografia e Aquarela.
|| Híbrido, Roberta Tassinari

Foto: Roberta Hibrido / Divulgação
A pesquisa de Roberta Tassinari se caracteriza pela investigação de materiais que possuem uma potência plástica e podem ser utilizados na elaboração de trabalhos que apresentam, entre outros aspectos, um raciocínio de pintura. Nesta exposição, com 45 obras, usa principalmente tinta acrílica, tinta polivinílica, borracha de silicone, parafina e encáustica (uma mistura de cera de abelha com pigmento) sobre cimento e sobre gesso.
Natural de Florianópolis, Roberta Tassinari atualmente vive e trabalha em São Paulo. É mestre em Artes Visuais pela Udesc e já participou de inúmeras exposições individuais, coletivas e salões.
Guerra do Contestado - Arte e História, por Hassis
A exposição apresenta uma das séries mais importantes do artista Hassis, que em 2016 completaria 90 anos de idade, sobre a Guerra do Contestado. A mostra é uma parceria entre a Fundação Hassis, Masc, FCC, Museu do Contestado e Museu Histórico do Rio de Janeiro e já foi exibida no Museu Histórico do Rio de Janeiro durante as Olimpíadas no Brasil.

Foto: Fundação Hassis / Reprodução
São 78 desenhos que narram a visão do artista sobre o conflito que devastou parte de Santa Catarina e do Paraná. O destaque fica por conta do painel O Contestado – Terra Contestada, finalizado em 1985, dividido em sete módulos.
AGENDE-SE
O quê: Exposições do 4º Ciclo do Edital do Museu de Arte de Santa Catarina
Onde: Masc (Av. Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis)
Quando: quarta, 19h (abertura). Visitação até 5 de fevereiro de 2017, de terça a domingo, das 10h às 21h
Quanto: gratuito
Informações: (48) 3664-2630Busca no Google



Postar um comentário

publicidade



Busca Personalizado

Não achou o que procura busque aqui
Custom Search
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...