social

Français
Pt-br
English Español Россия Deutsch Italiano 日本語 中国语文
bing twitter yahoo
Siga-nos =>

30 de julho de 2016

Aprenda a Fazer História em Quadrinhos - Ação, Emoção e Muito Humor aos seus Desenhos

1 - Ideia da história e criação de personagens;

 Pense nos personagens de histórias em quadrinhos que você gosta. Uma boa maneira de bolar uma ideia para um novo personagem de história em quadrinhos é começar identificando de quais quadrinhos você gosta e pensar nos personagens presentes neles.

    Por exemplo, os seus personagens favoritos são heróis? Você sempre torce pelos azarões? Você simpatiza com os vilões? Você ama personagens de animais?

2 - Arte-final;
 COMO FAZER UMA ARTE FINAL NAS HISTORIAS EM QUADRINHOS
Pode parecer que arte-final exige pouca ou nenhuma criatividade. Isso não é verdade. Pode parecer também que a ela não influência muito no resultado final de uma ilustração ou de uma história em quadrinhos, mas ela pode fazer toda a diferença. Dependendo do material utilizado na arte-final o resultado pode ser muito diferente, e existe uma grande variedade de técnicas e materiais de arte-final. Enquanto que para o desenho, tem apenas lápis ou lapiseira.
Arte-final exige precisão, a função do arte-finalista é interpretar o desenho com um outro material, realçar o seu traço e torná-lo definido. Muitas coisas em uma ilustração são definidas somente durante a arte-final, como texturas e degradês de luz e sombra. Enfim, uma arte-final pode até salvar um desenho ou estragá-lo completamente.
3 - Diagramação de páginas;
Diagramação

Como bem sabemos, a diagramação é muito importante para qualquer projeto de design. Diagramação de uma forma simples é: organizar imagens e textos dentro de um espaço. Esse processo precisa ser bem feito e muito bem pensado, para evitar que os elementos fiquem desorganizados e/ou bagunçados. Quando usamos fontes e textos em um layout, um precisa complementar o outro, dessa forma, a imagem e o texto precisam estar em locais estratégicos para que um complemente o outro, e não se atrapalhem.

Para qualquer diagramação deve se considerar o tipo de mídia e público daquele projeto. Existem diferenças enormes na diagramação de um HQ e um jornal, por exemplo. Um tem um público mais jovem, uma linguagem mais informal e é carregado de imagens. O outro tem um público mais velho, uma linguagem mais formal e contém algumas imagens. As linguagens são para públicos diferentes, isso influenciará na hora da diagramação do projeto. Uma coisa comum em qualquer tipo de layout é o diagrama (grid). Ele é um tipo de grade que delimitará os espaços da página, todos as páginas do impresso vão ser feitas dentro desse diagrama pré-estabelecido, mas é claro que eles podem ser organizados de forma diferente ao decorrer das páginas, mas sempre dentro de um mesmo grid.
4 - Montagem do boneco de impressão;

5 - Roteiro e Storyboard;
Storyboard é um filme contado em quadros, um roteiro desenhado. quase uma história em quadrinhos sem balões. Mas existe uma diferença fundamental: apesar da semelhança de linguagem e recursos gráficos, uma história em quadrinhos é a realização definitiva de um projeto, enquanto que um storyboard é apenas uma etapa na visualização de algo que será realizado sem as finalizações. O storyboard é um desenho-ferramenta, um auxiliar do quadrinhista (desenhista de quadrinhos)

Para aprender muito mais clique no Curso Completo de História em Quadrinhos

https://www.buzzero.com/artes-e-entretenimento-25/desenho-e-pintura-30/curso-online-historia-em-quadrinhos-com-certificado-48018?a=daniel-vinhas

Postar um comentário

top post week

publicidade



Busca Personalizado

Não achou o que procura busque aqui
Custom Search
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...